• ERICA

O caminho de Santiago de Compostela "El Camino"

Atualizado: 2 de ago.

Depois de dois anos de programação, finalmente realizamos o tão desejado Caminho de Santiago. Nosso passeio começou em Madrid no dia 16/05/2022 onde nos encontramos com Claudio e Telma. No dia 17/05/2022 pegamos um carro alugado e seguimos até a cidade de Logrono, onde decidimos iniciar o caminho de Santiago, com previsão de chegada à Astorga, perfazendo em torno de 360 km em dez dias, com 8 dias de pedal. Aproveitamos que estávamos em Logrono, capital da região de La Rioja, e visitamos três bodegas e algumas cidades do norte da espanha a saber: Pamplona, San Sebastián e Bilbao. No dia 22/05/2022 iniciamos o "El Camino".


17/05/2022 - Saída de Madrid em carro alugado e chegada em Logrono em 17/05. Logrono é a capital da região La Rioja. A noite caminhamos pela cidade histórica. Cidade com vida noturna intensa e de fantástica gastronomia.

Fotos da cidade de Logrono:

18/05/2022 - Visitamos a Bodega (Vinícola) Roda e degustamos 3 tipos de vinho e azeite extra Virgem, na sequência, na mesma região de Haro, visitamos à tarde a Bodega Muga.

19/05 fomos conhecer Pamplona o centro histórico, local onde ocorre a corrida dos touros. Cidade com muito movimento, pessoas bonitas, alegres, uma energia incrível. A tarde visitamos San Sebastián, visitamos a praia das conchas, catedral e cidade histórica.

Fotos da cidade de Pamplona:



20/05 visitamos Bilbao e conhecemos a parte histórica, repleta de bares, restaurantes e o inesquecível mercado da Ribeira, com alguns restaurantes típicos com os famosos Pintxos e diversidade incrível de frutos do mar, frutas, etc. Na sequencia visitamos o museu Guggelheim.

Fotos da cidade de Bilbao:



No dia 21/05 pegamos as bikes alugadas da empresa Tournride (https://www.tournride.com) , juntamente com os alforges na bicicletaria Rollerbike (https://rollerbike.es/) na cidade de Logrono, onde fomos super bem atendidos pelo proprietário Sr. Rui. A empresa Tournride foi responsável também pela coleta e entrega de nossas bagagens nas cidades de inicio e fim do caminho. Serviço super recomendado!

Na sequência, visitamos a Bodega Marques de Murrieta.


No dia 22/05 iniciarmos “El caminho” partindo de Logrono para Nájera. Passamos Por uma cidade chamada Navarrete, Ventosa, Aleson, entre outras.

Quando chegamos em Nájera ficamos hospedados no Hostel Hispano 2 e fomos almoçar em uma restaurante onde gastamos 15 euros por pessoa (entrada, prato principal, pão, sobremesa e uma bebida). Na sequência fomos conhecer o monastério e ruinas de um Alcazar.


23/05 saindo de Nájera para Belorado. No caminho paramos em algumas cidades, tais como: Azofra, Cirueña, Santo Domingo de la Calzada, Grañón, Redecilla del Camino, Castildelgado

Viloria de Ri, Villamayo.

Quando chegamos em Belorado, almoçamos em um albergue restaurante com o excelente menu turístico. Nos hospedamos no hotel Jacobeu.



24/05 saímos de Belorado para Burgos. No caminho no deparamos com uma serra super íngreme e acidentada, e para nossa surpresa vimos uma cruz com pedras empilhadas pelos peregrinos. Em Burgos visitamos os principais pontos turísticos da cidade. A catedral, o castelo e o museu da evolução humana são imperdíveis.



25/05 saindo de Burgos para Hontanas. No percurso paramos em duas cidadezinhas Rabe del las calçadas e na sequência Hornillos del Camino, e seguimos em direção a Hontanas, onde almoçamos um menu turístico no restaurante Alber Rural. A cidade é um vilarejo com 80 habitantes.



26/05 saindo de Hontanas para Poblacion de Campos, passando pela cidade de Castrojeris entre outras menores, como Castrillo Matajudios, Itero de La Veja, Boadilla del Camino, Frómista. Chegamos na cidade Publacion De Campos e nos hospedamos no único hotel Rural da cidade. Foi uma experiência interessante de vivenciar uma cidade muito pequena e sem movimento algum. Tudo muito diferente com visual antigo e gestão familiar. Uma senhora nos atendeu com uma taça de vinho e nos sentamos ao sol até solicitarmos o almoço. Nos sentimos como fosse na casa de nossa avó, tamanho o empenho e atenção das proprietárias.



27/05 saindo de Poblacion de Campos em direção a Sahagun. Passamos em Villacazar de Sirga, Carrion de Los Condes, Ledigo e chegamos em SAHAGÚN. Nos hospedamos no hotel Lá Cordoniz e almoçamos no próprio hotel. Onde saboreamos um peixe a dourada na brasa e paella de legumes acompanhado de vinho branco. A tarde fomos conhecer os pontos turísticos Iglesia de San Tirso, Santuário de La Virgem Peregrina, Iglesia de São Lourenço, onde estava presente um Padre que foi muito simpático e contou a história dos elementos românicos, góticos e mulçumanos da igleja e arquitetura da cidade. Visitamos também o Monastério de Santa Cruz, porém todos os pontos estavam fechados devido ao horário, porém a oportunidade de visita-los mesmo que externamente foi muito bom.

28/05 saindo de SAHAGÚN em direção de Leon, passamos em Bersianos de Real Camino , El Burgo, Ranero, Reliegos de Mancilla de Las Mulas, Vila Moros, Puente de Vilarrente. Ficamos encantados com a cidade de Leon, muito charmosa com uma arquitetura diferenciada. A cidade estava muito movimentada e tivemos dificuldades em encontrar um hotel. Visitamos os principais pontos turísticos, um ponto que nos impressionou muito foi a Catedral Santa Maria de Leon, arquitetura belíssima e o museu Casa Botines Gaudi. O centro histórico é dividido em duas partes, sendo uma a parte romântica. Leon é uma cidade encantadora, muitíssimo bem conservada e organizada.



Dia 29/05 permanecemos em Léon para descansarmos dos 7 dias de pedalada e aproveitamos muito a cidade.

Dia 30/05 fizemos o nosso último trajeto de bike de Leon até Astorga, onde estava prevista a entrega das bikes e acessórios. No trajeto passamos pelas cidades Valverde de Lá Virgen, Hospital de Órbigo e San Justo de Lá Veja. Almoçamos na Plaza Mayor e nos hospedamos no Hotel Gaudí.


Dia 31/05 conhecemos os pontos turísticos de Astorga: Catedral de Santa Maria de Astorga, Palácio Gaudí, onde foi possível admirar o belíssimo trabalho do Arquiteto Gaudí e o Museu do Chocolate, onde conhecemos o processo de fabricação artesanal do chocolate que é realizado até os dias de hoje.


À noite fomos à Plaza del Obradoiro que é o coração da cidade e é onde fica o Marco final de todos os caminhos de Santiago. É comum encontrar vários grupos de peregrinos emocionados por lá, fotografando a praça ou mesmo deitados para descansar depois de concluir sua jornada.

01/06 saindo de Astorga com retorno a Leon para pegar o carro alugado.

O percurso da viagem de carro de Léon a Santiago de Compostela foi muito bonito, vegetação natural e descemos uma grande serra, belas paisagens, no percurso paramos em algumas cidades para conhecer tais como: Santa Polônia de Somoza e a icônica cruz de Hierro, onde os peregrinos deixam objetos, fotos e lembranças boas e ruins. É um local de um complexo de energias alegres e tristes.



Saboreamos frutas deliciosas tais como uva, cereja e pêssego (melocoton). Passeamos no Parque Alameda (passeio a ferradura e a Cavalheira de Santa Suzana), Museu das peregrinações. No centro da zona histórica a noite percorremos a rua do Franco na Taberna do Bispo, onde nos deliciamos de uma grande variedade de Montaditos e Vinhos Rioja, dentre outras iguarias Galegas.



03/06. Fomos a La Coruña, que fica a uma distância de 74,4 km de Santiago de Compostela. A Coruña é uma cidade movimentada, apresenta praias urbanas limpas e a cidade mais populosa da Galicia.


La Coruña (ou A Coruña, como falam os galegos) ocupa a esquina do Oceânico Cantábrico com o Oceano Atlântico). A cidade foi fundada há oito séculos e o mar é onipresente, o que propicia agradáveis passeios na orla (uma das mais longas da Europa).Visitamos os seguintes pontos: Torre de Hércules que foi tombado pela Unesco, Praza de Maria Pita e a Playa de Riazor. Almoçamos em um restaurante especializado em Gastronomia da região de Galícia chamado Ricardo.

A noite, de retorno a Santiago de Compostela, foi a nossa despedida, onde retornamos para a Agitada Rua do Franco e jantamos no restaurante Cardeal.


COMENTÁRIOS GERAIS:


O hábito dos Espanhóis em bares é servir-se de cervejas ou vinhos acompanhados de um tipo de petisco, que é denominado de forma diferente em cada região como se segue: Região Basca (Logronõ , Bilbao etc) é Pintxo. Região Galícia é Montadito, Região Madri e Andaluzia é Tapas.

Encontramos com peregrinos do mundo todo e de todas faixas etárias, onde pudemos notar as incríveis diferenças culturais, porém quase todos com o mesmo propósito de cumprir suas metas, com muito respeito entre os peregrinos e o famoso cumprimento “bueno camino”. Apesar de todo o esforço, vimos muitos sorrisos e percepção de profunda alegria em todos. O coleguismo, a atenção de um para o outro e a cortesia são patentes.


A cada no máximo 20 km, encontramos uma pequena cidade (Pueblo) com toda estrutura para receber os peregrinos. Bares, restaurantes e albergues/Hostals, além de trailers, barracas por vários pontos do caminho.


Hotéis são encontrados principalmente em cidade maiores. Dependendo do horário de chegada, a disponibilidade de leitos diminui. Todo o caminho é devidamente preparado para atender ao peregrino. Hostals e Albergues que possuem quartos individuais em pequenas cidades custam em torno de 50 euros e nas grandes cidades, de 70 a 100 euros. Os albergues municipais tem preços simbólicos, onde cada peregrino paga o que acha adequado. Em albergues particulares os valores variam de 9 a 12 euros, lembrando que para estes preços são para quartos e banheiros comunitários.


A maioria das cidades oferece menu do peregrino, que é composto por entrada, prato principal, pão, bebida e sobremesa. O valor varia na faixa de 10 a 15 euros.


Aqui cabe um comentário sobre a agressão que a região de Castilla e Leon fez com o caminho de Santiago, onde boa parte do caminho é margeada por estradas de grande movimento. A beleza do caminho ficou seriamente comprometida, árida, sem graça muitas vezes e desagradável em outras. Na chegada a Leon por exemplo, o caminho ficou cercado por grandes avenidas, motoristas agressivos, vias super perigosas e praticamente sem sinalização aos peregrinos.

Felizmente o caminho começa a ficar belo novamente após Astorga.


Perfis das etapas do "El camino" percorridos no Strava:










178 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo