• ERICA

Constelações familiares Integrativas

Atualizado: 19 de mar.

Celso Tessarotto é pós-graduado em psicologia transpessoal e eneagrama pela Alubrat, formação em constelação sistêmica familiar pela Faybel, facilitador, palestrante e coach integrativo. Há mais de 15 anos, a partir de uma busca pessoal no sentido da autorrealização e de auto-conhecimento. vem se dedicando à capacitação humana, estudando e desenvolvendo novas técnicas, ministrando cursos, palestras e workshops para grupos e fazendo atendimentos individuais e constelações sistêmicas familiares integrativas. Juntando conhecimentos da psicologia integrativa transpessoal, espiritualidade e tradições filosóficas formatou um novo conceito de constelações familiares denominado Constelações Sistêmicas Familiares Integrativas, que vê o ser humano em suas quatro instâncias, ou seja: somos seres físicos, emocionais, sociais e espirituais.

Com uma abordagem focada no auto-conhecimento, o(a) constelado(a) tem a oportunidade de se libertar dos emaranhamentos familiares, assumir sua própria vida para que cumpra com seus projetos de vida livre de obrigações e lealdades familiares, religiosas e sociais invisíveis e visíveis.

As constelações familiares podem ser realizadas nos seguintes formatos:

· Individual online via google meets, com a utilização de bonecos que representam os elementos da história do constelado;

· Individual presencial com a utilização de bonecos que representam os elementos da história do constelado;

· Em grupo presencial (a depender da pandemia) com representantes reais dos elementos da história do constelado;

· Em grupo online via google meets, com representantes reais dos elementos da história do constelado, sendo que cada representante se movimenta no espação da constelação via bonecos. Tais constelaçoes ocorrem em geral às segundas e quintas-feiras as 19:45. (*)

(*) Esta técnica foi desenvolvida por Celso Tessarotto por conta das exigências da pandemia do Coronavirus, que se mostrou tão eficaz quanto a presencial, e abriu a possibilidade de atender qualquer pessoa em qualquer parte do mundo desde que tenha uma conexão com a internet.


Caso deseje mais informações sobre as constelações, receber link para participar das constelaçoes, favor enviar email para aposentadosemvidaplena@gmail.com


Constelação familiar não substitui terapia

De acordo com a Associação Brasileira de Constelações Sistêmicas, a terapia de Constelação Familiar não tem o objetivo de substituir outras terapias ou se colocar acima da medicina convencional, mas sim servir de complemento e possibilitar que o indivíduo tenha conhecimento de seu sistema familiar.

Em março de 2018, o Ministério da Saúde incluiu a Constelação Familiar no rol de procedimentos disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS). A terapia foi incluída no escopo das Práticas Integrativas e Complementares (PICs) como forma de ser uma terapia complementar que pode contribuir para a saúde e bem-estar da população.

Texto extraido do site: https://www.minhavida.com.br/bem-estar/tudo-sobre/33617-constelacao-familiar






173 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo